Beleza, Diário

Quase cílio-less

May 17, 2014

 

mascara-eyelash-crescer-cilios-gui-takahashi

 

Minha história com maquiagem começou não foi pela base e nem pelo corretivo (como a maioria dos meninos, suponho), mas sim pelo rímel. Dono de cílios retos, sempre achei que uma boa máscara me ajudava a abrir e a delinear os olhos. Porém, costumava reservar o uso dela aos finais de semana.

Depois que saí da casa dos meus pais e comecei a trabalhar com beleza, raramente estou sem make. Todo dia se tornou dia de, pelo menos, bb cream e rímel. O problema foi que depois de alguns meses cobrindo diariamente meus cílios, percebi que eles estavam mais ralos. Durante o banho, quando removia a maquiagem, via que alguns fios iam embora. O desespero era quase inevitável. Eu, que sempre me achei extremamente sortudo por tê-los naturalmente longos e cheios (especialmente considerando minha ascendência asiática) não podia continuar perdendo cílios.

Quase em pânico, procurei uma amiga também neurótica do rímel em busca de dicas para a salvação. Foi aí que ela me contou sua rotina de beleza dizendo que usava só máscaras à prova d’água; e tirava apenas nos dias em que lavava o cabelo, ou seja, cerca de 3 vezes por semana. Bem, se funcionava pra ela, poderia funcionar pra mim, não? Fazia um certo sentido, afinal, demaquilando menos os fios, provavelmente eles cairiam menos, sem o molha-limpa-esfrega de todo dia.

Comprei um rímel waterproof e me joguei. Para limpar era um inferno, mas fazendo a cada 2 ou 3 dias, compensava. Desenvolvi um ritual e uma técnica para tirar a maquiagem dos olhos. Durante o banho, molhava os cílios com água morna. Depois que saía do chuveiro, secava o rosto, encharcava um cotonete em óleo de bebê Johnson’s e aplicava uma boa dose sobre os fios. Deixava alguns minutos até o rímel se dissolver. Aí era só passar um algodão com bastante demaquilante que saía toda a máscara.

O problema foi que, depois de algum tempo, comecei a notar que ao final dos 3 dias corridos com o rímel, meus cílios ficavam bastante ressecados. A percepção era de que ele havia esturricado. Eu sabia que meu hábito estava todo errado. Não se dorme de maquiagem. Contudo, o medo era de a cada remoção perdesse mais e mais fios.

Pesquisando na internet sobre tudo isso, encontrei um site que dizia que “not everyday is a waterproof day”. A justificativa seria de que, por ser um rímel mais difícil de tirar, é mais provável que alguns resíduos se acumulem nos fios, o que pode causar o enfraquecimento e a consequente queda. Depois desse dia, parei.

Atualmente estou em um “rehab” dos cílios. Finalmente acredito que desenvolvi uma rotina de beleza mais saudável:

  • Voltei a usar só as máscaras de cílios laváveis e faço a remoção diariamente, com bastante cuidado.
  • Meu creme anti-idade para a área dos olhos também já ajuda a hidratar os fios.
  • Outra mudança no ritual é o primer fortalecedor antes do rímel – o Lancôme Cils Booster XL, que condiciona e fortalece.

Agora, à prova d’água só em dias de muita chuva. O bom é que já vejo meus fiozinhos nascendo de volta, como filhos pródigos muito amados retornando!

PS: Comprei a Maybelline The Colossal Super Filme e é realmente muito fácil de tirar com água morna, no banho mesmo. Não consegui chegar a um consenso de ela tem o mesmo efeito de volume incrível que a The Colossal normal proporciona, mas é bem prática para remover.

Enhanced by Zemanta

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply