Diário

Natal sozinho

December 25, 2014

natal-sozinho-gui-takahashi(2)

Esse ano, assim como o anterior, passei o Natal sozinho. É engraçado que esses episódios fazem você ver as coisas por uma outra perspectiva. Não que eu precisasse, mas acabei desmistificando muito a data de festa – ainda mais em um país de berço católico como o nosso.

Já há um bom tempo não sinto o espírito natalino como antes. Durante minha infância e parte da adolescência, existia toda uma expectativa para o dia 25. Passávamos a ceia na casa da minha avó materna, com a família toda reunida ao redor de um banquete bem especial. Era a data em que minha batian tinha indulto da diabetes, do colesterol e da pressão alta pra comer a casquinha do leitão que ela tanto curtia. Presentes, primos, amigo secreto, tios, árvore de natal, luzinhas; era o pacote completo.

Mas depois que minha avó adoeceu as coisas deixaram de ser assim. A ceia foi substituída por um almoço. E bem se sabe que durante o dia as luzes não brilham tanto. Os primos foram crescendo e aderindo a outras famílias e, assim, fomos perdendo o quórum.

Então, me mudei pra São Paulo ano passado e desde então, trabalhar até o dia 23 e voltar no 26 torna pouco favorável uma visita à casa dos meus pais. Por isso passo fazendo a Bridget Jones <3 , reproduzindo quase que fielmente a cena de abertura do primeiro filme em que ela canta de pijama, bêbada e sozinha o clássico “All by myself” de Celine Dion. Mas confesso que isso tem sido um bom aquecimento para o ano que vem, em que a solidão vai estar mais presente, já que deixarei de dividir o teto pra viver alone e na falta de pretendentes potenciais. (Urgh!)

O mais interessante, no entanto, é como tenho ficado apático ao sentimento natalino. Não decoro o apartamento, não compro nem troco presentes, não ceio e nem vejo os especiais de Natal da Globo… Ou seja, 25 virou feriado pra dormir até mais tarde – o que, honestamente, também é ótimo!

-G

PS: Como não encontrei no Youtube a cena do filme citado, coloquei o vídeo da Celine mesmo…

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply