Estilo

O caçador de pechinchas

November 14, 2016
5-dicas-para-fazer-achados-gui-takahashi

Camiseta: Riachuelo; Calça: Forever 21; Sapatos: Anne Klein para Riachuelo; Bolsa: Longchamp; Óculos: Livo.

Curtiu o look da foto? Acredita se eu disser que paguei menos de R$ 166,00? (Tirando os óculos e a bolsa da equação – afinal, a gente faz boas compras, não milagre). É um visual bastante simples, em que o único toque diferente ficou por conta dos sapatos metálicos. Mesmo assim, confesso que é preciso disposição, mente aberta, olhos apurados e foco para fazer bons achados.

Já me arrependi de muitas compras. Do tipo que foi só colocar a sacola em cima da cama para me perguntar: “Por que comprei isso mesmo?”. Essa dor que bate no bolso e depois faz a gente enterrar a roupa no fundo do armário é algo que acontece com quase todo mundo. Assim, não basta ser barato para ser um verdadeiro”achado”. Tem que ser algo que você sabe que vai integrar seu guarda-roupas e que você vai conseguir usar com vontade. Por isso, acredito nos 5 truques abaixo para conseguir garimpar boas pechinchas.

1 – Se joga!

Sem medo. Tem que entrar na dança sem ficar com vergoinha. Você vai descobrir que brechós e lojas de roupas populares podem ser minas de ouro com tesouros escondidos. Ande por tudo, veja as araras, olhe os manequins, observe as peças – sem preconceito. Encontrou algo que pode dar match? Então agarre-a e vá direto ao provador!

2 – Sem essa de menino ou menina

A recomendação é olhar tudo. Não se restrinja à seção masculina ou feminina. Você pode dar de cara com o amor verdadeiro do outro lado da loja. O nome do blog não é Garotos de Saia à toa, querida. Faz a genderless com coragem. Quem decide o que vestir é você. Não deixe seu estilo nas mãos de quem nem o conhece. Você sabe do seu corpo e qual a sua pegada, suas regras são as que valem. Além disso, todo mundo já sofreu demais com a conversinha de que rosa é de menina e azul é de menino – nada mais ultrapassado que isso… Na hora de provar, seja destemida também. Já passei por algumas situações embaraçosas por conta dos provadores exclusivamente femininos, mas com jeitinho a gente consegue o que quer…

3 – Toque, olhe, prove

Uma boa peça nem sempre é aquela que ficou bonitinha no manequim da loja. Ela tem que ter um tecido bacana, um corte legal, a costura em ordem, para ter o tal do bom caimento. Por isso, toque a roupa, sinta, prove e faça poses no espelho. Isso tudo vai ajudar a perceber se a pechincha é cilada ou não. O legal do achado é que ele tem que ser garimpado, descoberto.

4 – Vai usar?

Seu mantra dentro do provador deve ser: “Vou usar essa roupa?”. Reflita bem antes de comprar. Pense se aquilo é a sua cara, se tem a ver com o que você curte e te representa. Por vezes a gente vai no impulso e quer levar para casa aquele casaco novo porque o dia foi de merda e merecemos uma recompensa. Porém, perder dinheiro com coisa que vai ficar encostada não é legal. Lembre-se do seu acervo em casa, das coisas que já tem no armário. Você só vai usar mesmo o item novo se ele interagir bem com o que já existe no seu guarda-roupas.

5 – Paixonite X Um grande amor

Observe o que você realmente sentiu ao ver pela primeira vez seu reflexo usando a roupa. Se você amar de cara é um ótimo sinal. Se você achar mais ou menos e ficar tentando se convencer, buscando justificativas para comprar, acho que vai dar ruim. Uma técnica que uso quando consigo controlar a ansiedade de passar o cartão é não levar e esperar pelo menos 24 horas. Se eu sonhar com a peça, ficar pensando nela durante o dia seguinte, é porque é mais que uma paixonitezinha passageira e vou ficar satisfeito com a compra, de verdade.

Espero que essas 5 dicas ajudem você a usar melhor seu dinheiro suado. Até porque ser adulto e pagar as próprias contas é gostoso, mas não é fácil. Você já fez muitas compras erradas? Tem mais alguma dica legal para compartilhar?

5-dicas-para-fazer-achados-gui-takahashi2

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply